quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Suspeito de extorquir secretário da prefeitura é preso


Um paulista de 42 anos foi preso em Alfenas, no Sul de Minas, depois de tentar extorquir o secretário de Planejamento e Orçamento da cidade, Salomar Junior de Carvalho. Em novembro do ano passado Fernando Franco começou a ligar para a casa da vítima dizendo que tinha um dossiê sobre ele com informações da vida profissional e pessoal. O golpista queria R$ 300 mil para ficar em silêncio e não divulgar as supostas informações sobre Carvalho. Segundo o delgado Carlos Camargo, o secretário pensou inicialmente que era um trote, mas ficou com medo por causa da insistência do criminoso. Em alguns telefonemas, Franco chegou a ameaçar o secretário e a família de morte. Diante disso, Carvalho denunciou a tentativa de extorsão à polícia. Policiai civis começaram a investigar a vida do suspeito e monitorar o comportamento dele. De acordo com o delegado, os investigadores combinaram com o secretário de fazer uma contraproposta de R$ 10 mil na tentativa de armar um esquema e prender Franco. A estratégia deu certo, o criminoso aceitou o valor e marcou um ponto de entrega do pacote de dinheiro. Na última segunda-feira, a polícia ficou esperando o suspeito no local do encontro onde o pacote foi deixado. Franco chegou de moto e quando achou que saíram com o dinheiro nas mãos, foi preso em flagrante. “Ele foi autuado em flagrante pelo crime de extorsão, com reclusão de quatro a 12 anos”, disse o delegado. A moto conduzida por Franco estava com a placa adulterada, ele usou fita isolante para mudar números e letras. Portanto, o homem também foi autuado por fraudar o emplacamento, crime que pode render pena de três a seis anos. Franco está detido no Presídio de Alfenas. Conforme Carlos Carmargo, o criminosos vive na cidade há apenas seis meses. Ele saiu de São Paulo para morar na casa dos familiares da companheira em Minas Gerais. O delegado ouviu a vítima do crime. Tudo indica que a história de dossiê era um “blefe” de Franco. O suspeito prometeu levar o documento no encontro para trocar pelo dinheiro, mas apareceu no local sem os papéis.



Fonte: em.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog